Disco Sempre Vinil da Semana

CILIBRINAS DO ÉDEN (RITA LEE)

Este álbum nem chegou a ser lançado e, por isso, é um dos mais raros do país. Em 1973, Rita Lee se juntou a Lúcia Turnbull e formou o grupo “As Cilibrinas do Éden”, que mais tarde resultaria no “Tutti Frutti”, no ano seguinte. As canções progressivas e pesadas remetiam aos “Mutantes”. Apesar de ter sido gravado nos estúdios da Philips, o disco não foi lançado. Apesar disso, houve dois destinos diferentes para o álbum: o negativo ficou por conta do veto do lançamento deste álbum por parte do presidente da Philips, André Midani, fato este que fez surgir a lenda de que Rita, acompanhada do amigo Tim Maia, teria destruído o gabinete de André Midani. O positivo é que este álbum foi o embrião daquela que viria a ser pouco tempo depois a banda Tutti-Frutti, que acompanhou Rita Lee até 1977.

Assim, as masters do álbum estão arquivadas até hoje na gravadora Universal, que detém os direitos das obras que eram da gravadora Philips. Em 2008, um grupo de brasileiros e europeus fãs de Rita Lee lançam de forma não-oficial, o álbum intitulando-o “Cilibrinas do Éden”. Com a prensagem de “apenas” 500 cópias, o “lançamento” foi feito devido ao fato de a Universal não ter cumprido a promessa de lançar o disco de forma oficial em 2001.

O álbum em si é uma miscelânea de rock semi-progressivo, meio que hard-rock, letras fortes e rebeldes, ótima instrumentalização e um som bem simples. Muitas destas faixas, por conta do não-lançamento do álbum, foram aproveitados em outros trabalhos de Rita Lee. “Mamãe Natureza” foi aproveitado no primeiro álbum já com o Tutti-Frutti (Atrás do porto tem uma cidade, de 1974), porém com arranjos diferentes. “Bad Trip (ainda bem)” serviu de base para “Shangri-lá”, lançada nos anos 80. “Nessa Altura dos Acontecimentos” foi parar numa coletânea da cantora datado de 1981.

Para completar, “Gente fina é outra coisa” vira, em 1977, “Locomotivas”, usada na novela de mesmo nome exibida na Rede Globo. Está música sofreu duas vezes com a censura por conta do trecho “Não vá se misturar/ Com esses meninos cabeludos que só pensam em tocar/ E você escuta o papai dizendo/ Que gente fina é outra coisa… Hoje mesmo te vi/ pensei que fosse seu pai/ Não, não, não, mas que decepção/ Eu fiquei triste de ver/ A sua vida começando pelo lado errado”. O censor José do Carmo Andrade usou, em cada análise respectivamente, os seguintes argumentos:

“Na letra em exame, uma jovem insurge-se contra o pátrio-poder, ao tentar persuadir um amigo a desacreditar de seu pai para juntar-se a um grupo juvenil de comportamento duvidoso”(José do Carmo Andrade , 30 de agosto de 1973)

“Apresenta conotação anárquica… sua liberação poderia acarretar uma desagregação social e familiar, de consequências negativas”(Idem, novembro de 1973)

E não esquecendo das faixas “Minha fama de mau”, uma regravação da canção de Erasmo Carlos, e da faixa-título, que fecha o disco de forma brilhante.

Enfim é um álbum que vale a pena ser ouvido e que é um excelente documento de memória da música brasileira, bem como do rock setentista brasileiro.

Faixas

Lado A

01. Cilibrinas do Éden
02. Festival divino
03. Bad trip (ainda bem)
04. Vamos voltar ao principio porque lá é o fim
05. Paixao da minha existencia atribulada
06. Gente fina é outra coisa

Lado B

01. Nessas alturas dos acontecimentos
02. E voce ainda duvida
03. Minha fama de mau
04. Mamae natureza
05. Hoje é o primeiro dia do resto da minha vida – (rita lee e mutantes outtake de 1972)
06. Mande um abraco para a velha (mutantes com rita lee – do 7º festival internacional da canção – 1972)

Fonte: Sociedade dos Roqueiros Anônimos

COMPRE ESTE DISCO NA SEMPRE VINIL !

Sempre Vinil é uma das lojas de discos de vinil mais tradicionais do país, com década de dedicação aos LPs. Em seu site é possível encontrar um catálogo imenso de álbuns dos mais variados estilos. Se você deseja encontrar vinis de qualidade, com segurança e rapidez, a Sempre Vinil é o lugar certo para você.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s