Rolling Stone entrevistou Rita Lee neste mês

Chegou para o Dia do Vinil a última edição da Rolling Stone. Na capa a cantora Amy Winehouse recebe um tributo transformando a publicação em uma edição de colecionador. Contudo, para os discófilos do Dia do Vinil uma das páginas mais interessantes será a 32, que traz uma entrevista com Rita Lee, a homenageada do 5º Dia do Vinil.

Capa da Rolling Stone de agosto

A seção “7 Perguntas”, redigida por Patrícia Coelho, questionou Rita a respeito dos dois álbuns que pretende lançar ainda em 2011. (Obsimp: entramos em contato com a produção de Rita duas vezes, mas não foi possível agendar uma entrevista. Mas, se tudo der certo, conseguiremos algumas histórias ainda não publicadas dela para você, não se preocupe).

Escute as músicas de Rita na Rádio Uol, clicando aqui.

Veja abaixo as respostas que a “dinossaura do rock” deu à Rolling Stone:

7 Perguntas

Volta ao Trabalho

Rita Lee fala sobre os dois álbuns que pretende lançar ainda em 2011

Longe das prateleiras de inéditas desde 2003, quando mandou Balacobaco às lojas, Rita Lee decidiu soltar a voz na elaboração de dois discos de uma vez: um dedicado a versões bossa-nova para canções do cinema (intitulado Bossa ‘n’ Movies) e outro autoral. com um pé na Tropicália (o título ainda será definido, mas as opções são Macumbinha e Zzyzx). As gravações tiveram início no começo do ano, no estúdio caseiro de Rita, na Granja Viana,em São Paulo– experiência caracterizada por ela como “uma delícia”. Na “garajona velha e cheia de graxa”, os dois trabalhos seguem em processo de elaboração, com previsão de lançamento para este semestre.

Rolling Stone – Como surgiu a ideia do Bossa ‘n’ Movies?

Rita Lee – Essa coisa do “bossa and…” dá muito pano pra manga. E eu gosto mais de cinema do que de música. É algo difícil de garimpar, mas estamos conseguindo. Paramos o Bossa ‘n’ Movies para fazer o de inéditas, mas, entre as músicas, temos versões para “Nel Blu Dipinto di Blu (Volare)”, “As Time Goes By” e “Hi Lily, Hi Lo”.

RS – O último álbum em estúdio foi Balacobaco, de 2003. Sentia falta de gravar?

RL – Não, estava numa preguiça… Mas, de repente, bateu aquela coisa e o Bossa ‘n’ Movies nos puxou. Mas nunca deixamos de compor nestes anos todos.

Balacobaco é o último disco de Rita, veja a capa abaixo:

Último disco de Rita Lee, lançado em 2003

RS – Você tem duas opções de nome para o novo disco autoral: Macumbinha ou Zzyzx. Por quê?

RL – Zzyzx é uma estrada no deserto de Mojave que existe, mas que aparece e desaparece. E eu adorei esse nome porque é forte e não tem nenhuma vogal, me encantei pelo som e pela história. Mas eu acho que esse disco tem um quê de Tropicalismo, então tem mais cara de Macumbinha. Mas ainda não decidi.

RS – “Pistis Sophia” saiu na coletânea sobre Tropicália, Red Hot + Rio 2. As canções de Macumbinha (ou Zzyzx) seguirão esse estilo?

RL – Em termos de ousadia e loucura, acredito que sim. Essa versão de “Pistis Sophia” que está rolando [na internet, na época da entrevista] não está mixada. Então, a que entrará no álbum é mais diferente.

RS – O disco conta com a produção de Apollo Nove, correto?

RL – Sim, tivemos a colaboração dele, que é uma pessoa muito sem ego de produtor. Já fui a reuniões com produtores e eles tinham o disco da Björk como referência. E o Apollo não é assim, é o contrário. Entra na brincadeira, dá palpites ótimos, se você não aceitar, tranquilo.

RS – Acha que esse trabalho será um resgate das suas origens musicais?

RL – Usamos instrumentos antigos que estavam empoeirados – o minimog, que eu tenho desde os tempos de Mutantes, harpa, bateria korg. Apollo adorava vintage e ele foi responsável por buscarmos isso. Mas, na verdade, não acho [um resgate às origens]. A máquina do tempo dele é para a frente. Posso ter brincado com o tropicalismo e com a instrumentária, mas este disco será bem diferente. Mais tosquinho, no sentido de não ser certinho.

RS – Tem algum convidado?

RL – Temos o Iggor Cavalera [ex-]baterista do Sepultura, o Sérgio Carvalho e João Parahyba, do Trio Mocotó.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s